sábado, 31 de maio de 2008

Ler sobre o bocejo dá vontade de abrir a boca. Quer ver?


Bocejo


Apesar de não se saber o real motivo do bocejo, existem teorias que tentam explicá-lo.


Bocejo define-se por uma ação involuntária, na qual faz abrir bem a boca e respirar fundo. Ação involuntária, porque é feita antes mesmo do nascimento; algumas pesquisas demonstraram que fetos de 11 semanas bocejam.
O mecanismo do bocejo envolve várias partes do corpo, primeiramente a boca se abre e o queixo cai, movimento que permite a inalação da maior quantidade possível de ar. Posteriormente, os pulmões se enchem de ar, fazendo com que os músculos abdominais se flexionem, empurrando o diafragma para baixo. Os pulmões se expandem ao máximo, e uma porção do ar é expulsa para fora do corpo.
Explica-se que o bocejo é produzido pela fadiga, sonolência ou tédio, porém os cientistas estão descobrindo que as suas causas são bem mais complexas. Apesar de não se saber o real motivo do bocejo, ou sua finalidade, já que não foram realizadas muitas pesquisas sobre o assunto, existem três teorias comuns que tentam explicá-lo: teoria física, teoria da evolução e teoria do tédio.
A teoria física aponta que o bocejo é um processo induzido pelo corpo, como forma de obter mais oxigênio e fazer com que o excesso de dióxido de carbono seja liberado. A teoria da evolução defende a idéia de que o bocejo tenha iniciado com homens primitivos que tinham o hábito de bocejar para mostrar seus dentes. A teoria do tédio enuncia que o bocejo é causado por tédio, fadiga ou sonolência.


Algumas curiosidades sobre o bocejo:
• Quando você lê algo sobre o bocejo, o faz bocejar;

• O bocejo tem duração média de seis segundos;

• Durante o bocejo os batimentos do coração podem ser aumentados em até 30%.

Nenhum comentário: