sábado, 21 de junho de 2008

Notícias Bizarras da Semana

Homem é acusado de seqüestrar ex para lavar e passar

Um homem foi preso acusado de seqüestrar sua ex-namorada em um bar e forçá-la a passar suas roupas e lavar seus pratos, de acordo com a polícia italiana. Um amigo da mulher, que teria assistido à cena do seqüestro, foi quem fez a denúncia, segundo informa nesta segunda-feira o diário online Ananova.De acordo com os policiais, o italiano de 43 anos retirou a mulher de um bar na cidade de Gênova e levou-a de carro até sua casa, onde a obrigou a passar roupas e lavar pratos.Os agentes chegaram a casa após a denúncia da testemunha. O homem, que estava irritado pela mulher tê-lo deixado, foi preso sob a acusação de seqüestro.

Italiano processa ex-mulher por ficar impotente

Um italiano está processando a ex-mulher em R$ 476 mil após alegar que as reclamações dela o deixaram impotente. Sergio Vinucci, de Parma, afirma que a ex-companheira o estressou tanto que afetou seu desempenho sexual.Vinucci apresentou evidências médicas que apóiam sua tese, segundo o diário online Ananova. De acordo com ele, a implicância constante da mulher o deixou "impossiblitado de ser um homem"."Tudo que ela fazia era reclamar. Era extremamente estressante e me deixou incapaz de ser um homem. Eu quero alguma compensação", afirmou o italiano.

Morto ganha eleições municipais na Romênia

Um morto ganhou as eleições municipais na cidade de Voinesti, no nordeste da Romênia, informou ontem a agência romena HotNews. O candidato social-democrata Neculai Ivascu faleceu na manhã do último domingo, dia das eleições, que venceu com 1051 votos, frente aos 1028 recebidos por seu adversário liberal.Os eleitores estiveram a par da morte durante o dia de votação, e a situação também foi comunicada ao Escritório Eleitoral Central (BEC).A BEC informou ontem que não poderia tomar uma decisão antes da conclusão do processo de votação, e que também não podia interrompê-lo, visto que "não existe uma lei que preveja tais situações".As autoridades centrais afirmaram que se o candidato liberal tivesse ganho, as eleições teriam sido validadas, mas na atual situação, na qual o morto saiu triunfante, se deverá adotar uma decisão nos próximos dias.Por enquanto, Neculai Ivascu, morto no hospital na manhã de ontem, aos 58 anos, por uma doença crônica no fígado, continua sendo oficialmente prefeito de Voinesti, após ocupar o cargo durante os últimos 18 anos.

Nenhum comentário: