sábado, 14 de junho de 2008

Poema

"O que é a vida? Um contínuo
Passar das trevas à aurora;
Cadeia que nos arrasta,
Turbilhão que nos devora."


Gonçalves de Magalhães, "O Canto do Cisne", "Suspiros poéticos e saudades", marco do início do Romantismo no Brasil

Nenhum comentário: