segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Até tu, Marta????


Depois de, surpreendentemente, perder o 1º turno para Gilberto Kassab, Marta Wermus, digo Suplicy, tinha dois caminhos a percorrer no 2º turno: reverter as previsões e derrotar Kassab, ou perder, mas manter a "elegância", alto nível e seu respeitável patrimônio eleitoral.

Acontece que, infelizmente, e até deprimente, parece ter escolhido um terceiro caminho. E este é o pior para se perder uma eleição...

Ao veicular um comercial fazendo insinuações a respeito da vida privada de Kassab, Marta jogou baixo, foi suja, mesquinha e desrespeitosa.

Na peça publicitária de extremo mal gosto, uma voz de fundo diz que o eleitor tem direito de saber se Kassab é casado e tem filhos.

"Você sabe mesmo quem é o Kassab? Sabe de onde ele veio? Qual a história do seu partido?"

"Sabe se ele é casado? Tem filhos?"

"Será que ele esconde mais coisas?"

Sejamos claros, principalmente porque há leitores fora do Estado de São Paulo que podem estar entendendo bulhufas: a ultra-liberal-reichiana-lowenana-sexológa Marta quer sugerir que Kassab é gay.

Os escrúpulos foram para as cucuias.... e o pior.... por parte de alguém que sempre reclamou ser perseguida pela imprensa e pela parcela conservadora da população que não a perdoa por ter se divorciado de Eduardo Suplicy e casado novamente, com um argentino.

Confesso que até hoje, não obstante sua arrogância, prepotência e despreparo, ainda havia uma única coisa que eu admirava em Marta: sua coragem em buscar sua felicidade na vida pessoal. Batia palmas pra sua coragem em ter se divorciado de um homem público de reputação ilibada e dono de uma imagem praticamente inabalável (tudo bem que ele ficou meio "tan-tan" com a separação e passou a cantar Blowing in the Wind até quando discursa sobre o Renda Mínima) para casar-se novamente com um argentino. Se foi por amor, está justificada. E ninguém tem nada a ver com isso.

Hoje, porém, Marta foi baixa, canalha, covarde, apelativa, despudorada, preconceituosa e hipócrita!

Jogou fora toda a sua carreira política de defesa das minorias por alguns míseros votos de evangélicos pseudo-nazistas.

Francamente...eu lá quero saber se Kassab é casado, tem filhos, é gay ou o caralho a quatro?

Como eu também não quero saber se Marta dormiu com Belisário Wermus (Luis Favre, para os íntimos...) antes de se separar de Suplicy.

ISSO SÃO QUESTÕES DE ESTRITO FORO ÍNTIMO!

O que eu e todo cidadão paulistano DEVE querer saber são, exclusivamente, as questões de INTERESSE PÚBLICO. Propostas, promessas, projetos, comparação de gestões, números, etc.


Francamente, Marta.... Que L-A-M-A!!!

Nenhum comentário: