segunda-feira, 12 de abril de 2010

Ministério da Defesa adverte: Ler Paulo Coelho pode causar atentados terroristas!!!

Cultura

Paulo Coelho “inspirou” terrorista checheno

| 9:41

Já se disse tudo da literatura de Paulo Coelho? Até agora pensava-se que sim. Mas eis que surge uma esdrúxula novidade: seus textos inspiraram um espécie de manual para terroristas.
O rebelde checheno Shamil Basayev se inspirou em Coelho para escrever The Book of Mujahid, espécie de guia para a resistência do seu povo aos russos. A história acaba de ser publicada pelo jornal indiano The Hindu. Basayev, morto em 2006, foi o responsável por uma série de atentados terroristas na Rússia nos primeiros anos deste século, além de ser um radical da rebelião separatista chechena. Basayev organizou, por exemplo, a tomada de reféns de Beslan, na Ossétia do Norte, em setembro de 2004, que resultou na morte de 331 pessoas, sem contar os 31 sequestradores.
No prefácio do seu livro, Basayev conta que leu O Manual do Guerreiro da Luz (lançado em 1997) em “duas semanas de tempo livre”. A partir daí, “reescreveu a maior parte dele”, “removeu alguns excessos” e publicou seu livro em 2004.
É mais uma prova de que cada um lê e entende as coisas como quer: o livro de Coelho passa ao largo de quaisquer temáticas próximas ao terror; é tão somente uma coletânea de pequenos textos que publicou em jornais como a Folha de S. Paulo entre 1993 e 1996 sob o título Maktub.
Por Lauro Jardim

Nenhum comentário: